segunda-feira, 14 de maio de 2012

Emicida foi detido em show

Veja como nascem os problemas de comunicação ou como a repressão  começa.

#liberdadeemicida

Dedo na ferida, quem nunca quis enfiar o dedo na ferida de coisas absurdas e obscuras que acontecem todos os dias no nosso país?
Moramos num mundo podre onde os políticos que elegemos para nos representar roubam na nossa cara, por todos os lados rola caixa dois, metade da população passa fome e a policia muitas vezes não serve pra nada.

Ontem (13/05), Emicida foi detido, pois criticou a policia por um ato que eles cometeram ao desalojar uma comunidade no estado de Minas Gerais.
O próprio cantor deu a notícia através de seu perfil no Twitter.

 "Fui preso por desacato a autoridade após o show em BH por causa da música dedo na ferida”, escreveu o artista que fazia um show gratuito no festival Palco Hip Hop.

Ele não criticou todas as policias e sim a forma que uma equipe se utilizou para retirar aquelas pessoas, que lembrou muita a mesma situação da comunidade de Pinheirinhos.
Eu não sei os policiais o prenderam inocentemente ou é mais um exemplo que a liberdade de expressão é como um conto de fadas, só existe hipoteticamente e apenas para alguns.




Na musica ele convida as pessoas que acham palhaçada o que acontecem no governo, que acham palhaçada o uso da força e atos violentos para se conseguir algo, etc.; a levantarem o dedo no meio, ele não roubou ninguém, bateu , matou, ele somente expôs o seu pensamento encima de um problema  que pessoas  que não possuem moradia estão passando.

Segundo o comunicado, o cantor teria sido detido por causa seguinte comentário: "Antes de mais nada, somos todos Eliana Silva, certo? Levanta o seu dedo do meio para a polícia que desocupa as famílias mais humildes, levanta o seu dedo do meio para os políticos que não respeitam a população e vem com ‘nois’ nessa aqui, ó. Mandando todos eles se f..., certo, BH? A rua é 'nois'." 

Ainda conforme a nota, depois de prenderem Emicida, os PMs quiseram registrar um versão diferente no Boletim de Ocorrência, que não foi assinado pelo rapper.
A assessoria de Emicida destacou também que o artista "em nenhum momento se dirigiu diretamente aos policiais militares que trabalhavam no evento ou pediu que o público fizesse algum gesto obsceno a eles".

Enquanto isso a tv aberta bajulava Neymar enquanto televisionava o final do brasileirão, que por sinal, tambem foi roubado, como se precisa-se tratando-se o time como o Santos que tem uma melhor preparação do que os jogares do Guarani.

Eu tenho vergonha de morar num país abençoado por Deus onde as poucas pessoas que se importam com as pessoas passando necessidades acabam presas.



Um comentário:

  1. De fato!

    Tristeza essa benção maquiada...

    Excelente texto Angie!

    ResponderExcluir